terça-feira, 25 de outubro de 2016

Sou

Não espere muito de quem não é nada. Não me imagine como uma rainha, pois eu não passo de uma escrava desgraçada. Não espere um Royal Straight Flush quando dois pares é o máximo que posso te oferecer.

Não se aproxime de mim, eu não sou uma boa companhia. Sou sombria, meu coração é negro e minha alma, corrompida.

Não me toque e nem tente me alcançar. Sou um espelho quebrado, um experimento inacabado. Sou tudo o que ninguém quer se tornar.

Não me siga. Não peça para que eu te leve comigo. Sou incurável, um caso perdido. Um violão sem cordas, uma gaita sem lugar algum para assoprar.

Não, por favor, não cometa a burrice de me amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...