sábado, 10 de dezembro de 2016

Hora de ver o sol nascer

É frio, solitário, é escuro. É seguro e, sobretudo, secreto. As sombras que me serviram de grades nunca foram capazes de me proteger do meu próprio reflexo desconexo. E eu, que me recolhi no fundo de mim mesma em busca de defesa numa noite sem lua, resolvi que já é hora de voltar a ver o sol nascer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...